top of page
Buscar
  • Foto do escritorCláudia Rodriguez

Quando o trabalho transforma a si mesmo?

É muito comum o sentimento de CULPA em pacientes que manifestam suas insatisfações profissionais. É como se os seus sentimentos tivessem que estar coerentes com os sentimentos das pessoas ao seu redor (ou aquilo que acham que as pessoas ao seu redor sentem).


“As pessoas da minha equipe parecem tão motivadas e focadas, por que o mesmo não acontece comigo?”; “ouço o desejo de outros por uma promoção quando eu não desejo isso pra mim, pelo menos não neste ambiente ou na área que estou”.


Crescer na carreira ou encontrar sua motivação não é mais sinônimo necessariamente apenas de "cargos". Você pode se destacar na sua área entendendo quais são as principais tendências e oportunidades de trabalho.


No processo de aconselhamento de carreira seus sentimentos de insatisfação, pouco valor, pertencimento ou contribuição contêm pistas importantes. Pode ser que seus motivadores mudaram ao longo da sua vida ou, na verdade, nunca foram os seus próprios motivadores.


Uma coisa eu percebo com frequência: é preciso observar cuidadosamente a natureza das suas inquietações profissionais. Não julgue suas próprias escolhas passadas e nem tenha medo de aceitar que é necessário algumas mudanças.


O trabalho oferece não apenas a oportunidade de transformação do mundo e das relações, mas de si mesmo e não podemos deixar de viver esta experiência na vida, não é mesmo?




19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Комментарии


bottom of page